Portal da Cidade Sinop

SAÚDE

Ação de combate ao Aedes aegypti visitará 163 pontos estratégicos

Os trabalhos serão realizados nas borracharias, ferro-velho, oficinas e outras empresas com alta potencialidade para criadouros  

Postado em 14/11/2019 às 09:48 |

A Prefeitura de Sinop lançou, nesta terça-feira (12), a ação de vistorias em 163 pontos estratégicos e com alta potencialidade para criadouros do mosquito da dengue, sendo eles borracharias, ferro-velho, oficinas, entre outros. A operação reúne frentes da Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, Meio Ambiente, Tributação, Prodeurbs, Trânsito e Obras.

Conforme o coordenador do Centro de Endemias, Cesário Rocha, a estratégia é necessária, principalmente, neste período de chuva para que os índices de focos do mosquito não cresçam. “A ação visa intensificar os trabalhos que já realizamos [equipe de combate as endemias] no decorrer do ano. Acreditamos que com essa união de esforços teremos um resultado ainda mais satisfatório. Estaremos, neste primeiro momento, aplicando uma notificação com as devidas recomendações e, num segundo momento, se o problema não tiver sido solucionado pelo proprietário da empresa, o mesmo será multado”, explica o coordenador.

Segundo a secretária de Meio Ambiente, Ivete Frank Mallmann, a fiscalização será realizada de forma conjunta para que cada setor possa atuar de acordo com sua competência. “Nós não estaremos atuando somente no combate ao Aedes aegypti, mas também na verificação dos descartes irregulares dos resíduos sólidos e, eventualmente, outras demandas que são relacionadas ao meio ambiente e, assim, farão também as demais secretarias envolvidas. Cada departamento atuará dentro da sua área, conforme sua legislação, para que ao verificar uma infração essa possa ser notificada dentro de sua base legal”, relata Mallmann.

Em Sinop, o índice de infestação do mosquito da dengue é de 0,5 décimo de percentual, valor abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 1%, ou seja, segundo último relatório do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), divulgado em setembro.

Fonte:

Deixe seu comentário